Novas Construções Ambientalmente Sustentáveis

2020, Ambiente, Arquitectura, Energia, Energias Renováveis, Green World, Sustentabilidade, TodosComentários fechados em Novas Construções Ambientalmente Sustentáveis272

[parceria]

A forma de pensar o futuro apresenta desafios únicos. Se por um lado, a tecnologia vai assumindo cada vez mais um fator de relevância no nosso quotidiano, por outro, somos cada vez mais levados a repensar a forma de pensar, trabalhar e até de construir.

Nesse sentido, também a construção civil segue este lema e abraça tamanhos desafios. Alguns dos seus principais objetivos passam pela capacidade de criar habitações duráveis, seguras, estéticas, funcionais e economicamente viáveis.

A esta preocupação junta-se agora e de forma cada vez mais preponderante, a componente ambiental.

A utilização de novos materiais que têm um impacto ambiental reduzido são cada vez mais essenciais no alcance de tamanhos objetivos. Ao mesmo tempo, a incorporação de formas de energia sustentáveis desempenha também um papel de relevo e é cada vez mais tida em conta na fase de projeção de uma nova residência.

Energias Renováveis em Casa

Cada vez mais assumindo um destaque preponderante em qualquer nova construção, a implementação de sistemas de captação de energia renovável vai ganhando força e tornando-se um novo standard como forma de diminuir a pegada ecológica dos seus habitantes, tendo ainda como apelativo o fator de representar consideráveis poupanças em termos do custo de energia elétrica consumida ao longo do ano.

Com diversos sistemas já disponíveis para adaptar a cada tipo de habitação, é possível usufruir da captação de energia solar, eólica ou geotérmica de forma a que a dependência de combustíveis fósseis seja cada vez menor ou, idealmente, nula.

Ainda que muitas destas soluções tenham algumas limitações tecnológicas em termos de rentabilidade (investimento feito contra o seu retorno), nunca foram tão acessíveis nem tão eficientes como o são atualmente.

Energia Solar

País por excelência com uma exposição solar considerável durante grande parte do ano, Portugal pode assim fazer a sua parte em trazer para o Século XXI uma construção civil mais sustentável do ponto de vista energético.

Com a utilização de painéis solares nas habitações é possível reduzir consideravelmente o consumo energético ao longo do dia e, para os que possam considerar adquirir sistemas de armazenamento em baterias, utilizar essa mesma produção nas horas em que não há exposição solar.

Se por um lado esta tecnologia era meramente opcional há poucos anos atrás, é agora lugar-comum e praticamente obrigatória no que respeita a atingir metas ambientais que se querem cada vez mais rigorosas.

Energia Eólica

Certamente que o conceito nos remete para enormes moinhos de vento no topo de montanhas e em zonas costeiras, mas de facto existem sistemas de transformação de energia eólica que podem ser instaladas em habitações residenciais, conhecidos por micro ou mini geradores eólicos.

Com efeito, é já possível observar alguns destes sistemas em propriedades privadas, sempre aptos a transformar a força do vento em energia elétrica, completamente limpa.

Energia Geotérmica

Tomar partido de tudo o que a natureza nos oferece de forma sustentável encontra também sentido em sistemas que aproveitam a energia calorífica do subsolo para a transformar em proveito de um lar mais confortável.

Mais vocacionado para sistemas de aquecimento, tais sistemas conseguem tornar uma habitação autossustentável durante todo um Inverno sem qualquer despesa energética ou tendo um impacto negativo em termos ambientais.


Imagem de destaque: Retirada da plataforma Pixabay

Related Posts