Porque é que as empresas devem adotar uma estratégia de Marketing verde ou ecológico?

2021, Ambiente, Inovação, Reciclagem, Sustentabilidade, TodosComentários fechados em Porque é que as empresas devem adotar uma estratégia de Marketing verde ou ecológico?165

[parceria]

Com a preocupação crescente no mundo inteiro relacionada com o aquecimento global e o impacto negativo das alterações climáticas que se têm vindo a observar nos últimos anos, assistimos também a um despertar da consciência ecológica, seja entre os indivíduos, entre as autoridades públicas ou mesmo em empresas privadas.

Palavras como reciclar, reduzir e reutilizar impõem-se cada vez mais no dia a dia, e tanto os Governos como os cidadãos começam a exigir uma maior responsabilidade ambiental às empresas e a pressionar para que estas adotem processos de produção mais ecológicos e sustentáveis.

Como consequência, seja por uma questão de consciência individual ou pela necessidade corporativa de acompanhar as novas tendências de consumo e de mercado, são cada vez mais os gestores e empresários que introduzem este tipo de valores nas suas políticas corporativas e nas suas decisões de negócio, paralelamente à necessidade de lucro e rentabilidade, assim como nas suas estratégias de Marketing e Comunicação.

Origem e princípios do Marketing Verde

O conceito de “Marketing Verde” surgiu no princípio da década de 90, como consequência de um importante movimento social global, que mostrava a sua preocupação crescente com a escassez de recursos naturais e com o aumento da poluição a nível global. E as empresas simplesmente não podiam fechar os olhos perante esta realidade. Nos últimos anos, mais que uma exigência das autoridades (em consequência de diversos tratados internacionais), adotar políticas sustentáveis converteu-se também num imperativo ético para a maioria dos negócios.

Mas não basta transmitir uma imagem de consciência ecológica. As práticas da empresa devem acompanhar e ser coerentes com a mensagem emitida. Adotar processos ecologicamente corretos (sem deixar de ser viáveis economicamente) e socialmente justos são alguns dos princípios do Marketing Ambiental.

E se é certo que esta transição para uma política empresarial mais sustentável tem gastos associados, as vantagens obtidas a curto e médio prazo compensam claramente o investimento. E há inclusivamente vários casos de sucesso em Portugal que o confirmam.

Como implementar uma estratégia de Marketing Ecológico?

Tudo começa no próprio espaço de trabalho. Incentivar a reciclagem e a reutilização de materiais entre os trabalhadores, reduzir o consumo de água e de eletricidade, optar por produtos menos poluentes (e sempre que possível biodegradáveis), separar o lixo ou promover o uso de tecnologias digitais para reduzir o consumo de papel são algumas das iniciativas possíveis.

Já no que diz respeito à comunicação com o cliente e à publicidade da marca, cada vez mais marcas optam por brindes ecológicos personalizados para oferecer em eventos ou feiras profissionais, ou para incluir nos kits de boas-vindas que entregam aos novos elementos da equipa. Estes artigos podem ser cadernos, esferográficas em papel reciclado, garrafas reutilizáveis, sacos em tecido ou pen drives de madeira, para dar alguns exemplos.

Também é importante selecionar cuidadosamente os formatos publicitários que serão utilizados para dar a conhecer a marca, de forma a reduzir o impacto negativo da estratégia de Marketing da empresa (exemplo: abandonar o tradicional flyer em papel ou optar por materiais reciclados).

Vantagens para as empresas do Marketing Ambiental

Implementar uma estratégia de Marketing Ambiental traz muitas vantagens para o planeta. Mas também para as empresas, seja a nível comercial e de vendas, como em termos de imagem de marca e da reputação da empresa.

Como referíamos anteriormente, são cada vez mais os cidadãos que optam por um consumo ambientalmente responsável e que exigem às empresas que reduzam o seu impacto no meio ambiente, seja nos processos de produção adotados, nos materiais que utilizam ou nos resíduos gerados pelos seus produtos depois da sua utilização.

Por isso, é importante que as empresas transmitam uma mensagem de empatia relativamente a estas preocupações ecológicas dos seus clientes nas suas estratégias de comunicação. Desta forma vão contribuir para um mundo melhor, enquanto fidelizam clientes (ou conquistam novos consumidores) com consciência ambiental.

Em muitos casos, estes clientes estão mesmo dispostos a pagar mais por artigos com selo ecológico, seja porque são produzidos com materiais reciclados ou porque vêm em embalagens e recipientes reutilizáveis ou biodegradáveis, por exemplo. Por isso, a médio prazo esta estratégia de Eco Marketing poderá, inclusivamente, permitir às empresas subir os preços, de forma a justificar os gastos de produção mais sustentáveis, mas sem deixar de ser competitivas.

Além disso, esta estratégia é ideal para diferenciar-se da concorrência, transmitindo uma mensagem mais positiva e responsável a nível social e ambiental, distanciada da mensagem comercial habitual.

Vantagens que devem fazer refletir as empresas e que justificam a adoção de uma estratégia de Marketing Ecológico, para o bem do negócio e do planeta.

Related Posts