cardume de sardinhas tartaruga oceanos

Pesca sustentável: A sustentabilidade também passa pelo nosso prato

Curiosidades, Green World, Todos, VídeosComentários fechados em Pesca sustentável: A sustentabilidade também passa pelo nosso prato4769

Os oceanos enfrentam hoje em dia um sem número de ameaças. A pesca excessiva que tem vindo a ser realizada nos últimos anos está a deixar os oceanos cada vez com menos peixe. A pressão tem sido tão elevada que muitas espécies estão presentes na lista vermelha da International Union for Conservation of Nature (IUCN), ou seja uma lista de espécies com o respetivo risco de extinção.

Sugestão de leitura:

Capa-livro-a-Perda-Lucia-Juliao

Entre as espécies mais ameaçadas a nível mundial encontram-se muitas com as quais estamos gastronomicamente familiarizados como o Atum-rabilho, Bacalhau do Atlântico, Linguado Europeu ou Peixe Espada Branco.

Além do problema gastronómico e ambiental, há a acrescentar uma outra dimensão: a vertente social. E se em Portugal a situação de muitos pescadores é bastante grave, em todo o mundo há mais de 58 milhões de pessoas a trabalhar neste setor, com 37% a dependerem totalmente deste rendimento, de acordo com o relatório da Food and Agriculture Organization (FAO).

Com as mil e uma maneiras de cozinhar o Bacalhau em risco, as populares sardinhas assadas, típicas das festas de Lisboa, seguem pelo mesmo caminho, estando a sua captura em águas portuguesas condicionada por quotas anuais. No outro lado do mundo, a situação desta espécie é igualmente preocupante, com o seu stock a diminuir 90% em oito anos no Oceano Pacífico, de acordo com a Organização Não Governamental The PEW Charitable Trusts.

sustentabilidade pesca sardinhas

As sardinhas desempenham um papel crucial como base alimentar de muitas outras espécies. Fonte

O filme The End of the Line explica na perfeição todo o caminho até à situação de pré-rutura em que nos encontramos atualmente, sem esquecer a resposta à questão que o próprio filme preconiza: “para onde foram todos os peixes?

pesca the end of the line

Sylvia Earle é uma Bióloga Marinha norte-americana que conta com mais de quarenta anos de experiência de exploração do oceano profundo, tendo participado em mais de 50 expedições. Sylvia é uma conhecedora da realidade dos nossos oceanos e uma defensora incondicional da sua proteção e da proteção das suas espécies. No vídeo de uma conferência TED de 2009, em baixo, Sylvia deixa um apelo sentido a todos nós:

– O primeiro passo é obter informação sobre este problema. Há em Portugal várias ONG que se debruçam sobre este assunto e que se agrupam na Plataforma de Organizações Não Governamentais Portuguesas sobre a Pesca (PONG-Pesca);

– O ponto seguinte é selecionar os peixes que desejamos ter no nosso prato, com maior foco nas espécies que não estão em risco e nas provenientes de capturas por redes artesanais ou anzol ao invés de redes industrias ou arrastão. Informação sobre os peixes que devemos evitar está disponível no site da Greenpeace Portugal e numa campanha do Oceanário de Lisboa;

A informação de onde e de que modo o peixe que está no mercado mais próximo foi capturado, é obrigatória e deverá constar na etiquetagem ou ser indicada ao consumidor. É possível assim ter uma preferência por capturas mais próximas, seguindo a regra “quanto mais perto melhor”.

Décadas de pesca insustentável, sem ter em consideração a renovação natural das espécies, conduziu-nos a uma situação limite que ameaça os nossos hábitos alimentares e o maior ecossistema do planeta.

Num contexto global ter os oceanos doentes, não é muito diferente que nós próprios estarmos também doentes. Cabe a cada um de nós optar pela sustentabilidade no nosso prato.

Green World NOCTULER NOCTULA Channel

Este texto foi escrito pela NOCTULER Green World, uma empresa das áreas da Energia e Telecomunicações. Gostavas de ver os teus textos no NOCTULA Channel? Envia-nos o tema sobre o qual queres escrever para info@noctulachannel.com.

Foto em destaque: Blog Alexandre Galvão

 

ESTÁS À PROCURA DE EMPREGO?

Se estás à procura de emprego, tens que ouvir o Audio Livro que já ajudou milhares de candidatos. São quase 3 horas e meia de dicas que certamente vão fazer a diferença nesta fase da tua vida!

Audio Livro Como conseguir emprego em 30 dias

Sugiro igualmente que reformules o teu currículo para que te possas destacar da multidão!

Usa um destes modelos de currículo editáveis e totalmente personalizáveis em Word. Vê aqui

Modelo de currículo editável em Word

CV-PSS-E30D-007 - modelo de currículo editável em Word

Procuras mais dicas sobre emprego?

www.emprego30dias.com/dicas

Related Posts