O futuro das renováveis em Portugal

Ambiente, Energia, Energias Renováveis, NOCTULERS, Selectra, TodosComentários fechados em O futuro das renováveis em Portugal332

No dia 18 de novembro, durante a COP22, em Marrocos, o Secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, assinou um acordo que tem por objetivo promover um plano para o Comércio de Eletricidade Sustentável entre Portugal, Espanha, Marrocos, Alemanha e França. Este documento assinado pelos cinco países prevê reforçar as interligações energéticas entre os mesmos. Portugal, que produz mais eletricidade através de fontes renováveis do que a consumida no seu território, acredita que assim poderá aumentar a venda de eletricidade para França e Alemanha e comprar a outros países a preços mais competitivos.

O país mais ocidental da Europa é também um dos líderes do continente em investimentos por fontes de energias limpas e já alcançou 87% do compromisso assumido com a União Europeia de aumentar o seu consumo de eletricidade em 20% a partir das energias renováveis. “Continuaremos totalmente empenhados no sucesso das negociações internacionais sobre as alterações climáticas e comprometidos com a ambição política do Acordo de Paris”, garantiu o primeiro-ministro, António Costa, durante a COP22.

No entanto, durante a semana em que se celebrava a Conferência das Partes sobre o Clima em Marraquexe, no Estoril no dia 16 de novembro, também ocorria a Conferência anual da APREN (Associação Portuguesa de Energias Renováveis). Neste evento, concluiu-se que as expectativas da Associação não correspondem ao que foi afirmado por António Costa e foram ouvidas duras críticas ao Governo, que tem a intenção de promover cortes de até 140 milhões de euros por duplos apoios que o sector recebeu para produzir eletricidade.

Lobo Gonçalves, administrador da EDP Renováveis, também afirmou que Portugal corre o risco de passar a ficar para trás no sector das renováveis. Este alerta foi feito porque até 2023 metade da potência eólica em Portugal deixará o sistema de feed-in tariff (uma tarifa bonificada em que toda a Energia produzida é colocada na Rede e remunerada com base em tarifas publicadas no início de cada ano) e estas mesmas centrais também terão atingido a sua vida útil (20 anos). Segundo o administrador, a melhor solução para isso seria um repowering (substituição total das turbinas e aumento da potência), mas para isso, primeiramente, o Governo precisaria aprovar um quadro regulatório que transmita confiança aos investidores. Já Hélder Serranho, administrador da Generg, lamenta o atraso do investimento português em energia solar: “Portugal mantém-se à sombra da energia solar. Com todo o potencial de radiação que tem, continuamos a não ver investimentos. Vemos intenção de investimentos, mas investimentos propriamente ditos não nos parece que estejam a acontecer.”.

Carlos Afonso Sobral, responsável pela Selectra Portugal, companhia comparadora de tarifas no mercado livre de energia, apesar das críticas da APREN, está otimista com relação ao futuro das renováveis no país “acredito que o Governo saberá tomar as melhores decisões e não perderá todo o avanço que fizemos no sector durante os últimos anos. Só nos primeiros nove meses deste ano, 62% da nossa produção de energia veio de fontes de energia limpas.”.

Da Comissão Europeia, também parece que virá uma notícia favorável para os produtores destas energias: Bruxelas quer proibir os cortes aos incentivos à produção de energia renovável. A medida faz parte de um mega-pacote pensado para o sector energético e isso viria em contra aos anúncios de corte que o Governo português fez recentemente.

noctuler-selectra

Este artigo foi produzido pela equipa Selectra, líder no aconselhamento de tarifas de gás natural e electricidade em França e Espanha e agora em Portugal. Atualmente tem ao seu dispor o site dirigido aos consumidores de energia onde podem comparar as tarifas e ter toda a informação relacionada com o mercado livre.

 

ESTÁS À PROCURA DE EMPREGO?

Se estás à procura de emprego, sugiro que reformules o teu currículo para que te possas destacar da multidão!

Usa um destes modelos de currículo editáveis e totalmente personalizáveis em Word. Vê aqui

Modelo de currículo editável em Word

CV-PSS-E30D-007 - modelo de currículo editável em Word

Aproveita para ler o livro “Como conseguir emprego em 30 dias” em papel, PDF ou em formato ePub.

livro-como-conseguir-emprego-em-30-dias

Procuras mais dicas sobre emprego?

www.emprego30dias.com/dicas

Related Posts